Statements

1.

A arte não morreu. O que morreu foi uma determinada narrativa sobre a arte. No início do século XXI, ‘artista’ que mereça a denominação tem o dever de fazer a síntese das décadas que o precedem, propondo alternativas que respondam ao pós-histórico air du temps.

 

2.

A arte supostamente anti-burguesa aburguesou-se. O pós-histórico air du temps referido no statement anterior não admite que continuem a florescer, qual praga incontrolável de cogumelos envenenados, novos românticos do “espectáculo de autor”, presos ainda a formulações artísticas intrinsecamente modernistas.

 

3.

O século XXI significará a total (porque “real”) democratização da prática artística. Para o ‘Dogma 2005’, o teatro não é individual. Só através do livre acesso das pessoas aos mecanismos de que se fazem os espectáculos poderá resgatar o teatro moderno dos artificialismos dominantes e da postura burguesa e individualista de se ser e de se fazer arte.

 

4.

Participação e compromisso por parte dos espectadores são as palavras de ordem. Não existe a possibilidade, quer para artistas, quer para curadores, de se optar por uma arte mais ou menos social ou mais ou menos política; como se a arte não estivesse já na sociedade e como se ela não fosse socialmente e politicamente determinante.

 

5.

A arte enquanto forma de produção de pensamento, desprovida de outra função para lá da única que detém e que a auto-justifica, não é uma alternativa, é a única realidade possível. Quem quiser diversão, que vá à feira popular; quem quiser passar um bom bocado, que ligue aos amigos; quem quiser esquecer os problemas lá fora, que consulte um psiquiatra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s